quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Flash Post: Metal Solidário




Mais uma vez a cidade de Socorro, interior de São Paulo,
uni o gênero musical que mais amamos com solidariedade!

O Evento batizado de Metal Solidário - The Night of Chaos Synopsis, acontece neste sábado (2/11), a partir das 21:00 horas, no Clube XV de Agosto.
A atração principal é a banda de Death/Thrash Chaos Synopsis. Completam o cast as bandas NoiZZy, Degolate e Devouring Cadavers.

Não se esqueçam de levar 1kg de alimento não perecível!
Os alimentos arrecadados serão doados ao Lar Dom Bosco.


Para saber valor dos ingressos, censura e outras informações, deixamos o link do evento no Facebook:

https://www.facebook.com/events/1421532514728171/?fref=ts

    By Harumi

HellArise



Muitos aqui devem já devem ter ouvido falar da banda HellArise, surgida em 2009, que era composta somente por mulheres, que faziam um som entre o Death e o Thrash...

"Estamos abandonando o rótulo '100% Female Metal'" enfatiza Mirella Max, que continua "cansamos dessa imagem de "meninas que tocam metal". Sei que chama público e tudo mais, mas queremos focar na MÚSICA e numa publicidade mais fiel ao que realmente somos".

A HellArise de 2013, é mista. Na bateria Felippe Max, no baixo Kito Vallim, na guitarra Mirella Max e nos vocais Flávia Morniëtari.
Mirela e Flávia estão na banda desde sua origem, passaram por todas as fases, adquiriram experiência em palco e hoje mais do que nunca estão focadas em fazer a banda se firmar. As gravações para um EP previsto para ainda este ano começaram há pelo menos 4 meses atrás.
No ano passado lançaram o single More Mindless Violance. A composição é mais pesada, com um ótimo refrão e vem agradando o público antigo da banda e angariando novos fãs.
Esse EP tem o intuito de encerrar uma fase da banda, depois dele há planos para um disco completo.
E é para saber mais sobre o futuro da banda que preparei a entrevista abaixo:


Quimeras - Como tem sido todo o processo de gravação desse EP? Pretendem lançá-lo quando?
Mirella Max (guitarras) - Foi um processo muito divertido e proveitoso. Gravamos no Estúdio Pedrada, em São Paulo, e fizemos um pequeno "Making off" que pode ser conferido no nosso canal do Youtube.
O EP será lançado dia 31 de Outubro.

Quimeras - Atualmente vocês estão gravando um vídeo clipe, conte-nos um pouco do roteiro.
Flávia Morniëtari (vocal) - Bom, não tem historinha (risos). Além de mostrar a banda tocando, a ideia era fazer algo que fosse relacionado a violência. Então tivemos a ideia de filmas pessoas jogando paintball, correria, tiros e tal. Mas acabamos conhecendo um pessoal que joga airsoft e pelo perfil do jogo achamos que seria mais interessante, pois tem toda uma caracterização e tática militar. E as armas são muito legais.

Quimeras - Quais os assuntos têm despertado a criação das letras?
Flávia - Três palavras resumem: revolta, indignação e saco cheio! Na situação atual do país e do mundo, não tinha como sair dessa temática.

Quimeras - E sobre o full length que pretendem lançar, podem nos adiantar alguma coisa?
Mirella - Bom, no momento estamos 100% focados no lançamento do EP, mas pode ter certeza que já temos muitas ideias (algumas mais desenvolvidas, outras menos). Na verdade, a sonoridade do vindouro full length ainda é desconhecida até mesmo para nós, pois só agora acertamos a formação e certamente os membros mais novos trarão elementos diferentes para as músicas. Só posso adiantar que será pesado. (risos).

Quimeras - A banda existe desde 2009 e passou por muitas mudanças. Hoje como vocês definem a Hellarise?
Flávia - Uma banda que gosta de fazer barulho... Muito barulho!
Mirella - Pra mim, a HellArise hoje pode ser definida como uma banda muito unida, que se diverte pra caralho e gosta demais de fazer música.Conseguimos resgatar a essência do que é ter uma banda, que é basicamente fazer música e se divertir. Claro que nunca deixando a busca pela qualidade de lado... Ah, e eu falei do barulho?!


Quimeras - Podemos esperar por muitos shows em 2014?
Flávia - Sim, com certeza! Depois do lançamento do EP queremos fazer o maior número de shows possível pra divulgar o material novo! Inclusive, caso alguém tenha interesse em levar a HellArise para tocar, só entrar em contato pelo e-mail: booking@hellarise.com    

Quimeras - Agradeço muito a entrevista e deixo aqui espaço aberto para vocês:
Mirella - Agradeço pelo espaço cedido, e agradeço também aos fãs que têm nos apoiado e acompanhado nesses últimos anos. E não se esqueçam: dia 31 de Outubro tem material novo, hein!
Flávia - Vocês podem acompanhar a banda através das nossas redes sociais que estão todas linkadas em nosso site: www.hellarise.com
Lembrando que logo tem coisa nova no ar e que vocês podem baixar o nosso single de forma gratuita pela página da banda no Facebook.




O EP sairá sob o título "Functional Disorder" agora dia 31 de Outubro,
a arte da capa está maravilhosa e foi desenvolvida pela artista Vivian Mota da Rabiscorama.
Estamos todos em contagem regressiva e espero ver a banda se apresentando
aqui no Sul de Minas em breve!



More Mindless Violence:

   By Harumi

domingo, 23 de junho de 2013

Armoured Angel



Formada no ano de 1982, na cidade de Camberra (Austrália), o Armoured Angel é uma banda de Thrash/Death que infelizmente já finalizou suas atividades, mas que deixou um material bem legal ao longo da carreira.
Inicialmente nomeada de Metal Asylum pelos fundadores Glen "Lucy" Luck (baixo) e Rowan Powell (vocal),a  banda mudou de nome para Armoured Angel e completou a formação com o baterista Dave Davis e com o guitarrista Tony Sheaffe. Com essa formação gravaram a primeira demo "Baptism in Blood" em 1985, e após algumas mudanças de formação gravaram também as demos "Wings of Death" (1989) e "Comunion" (1991), estabilizando  com Lucy no baixo, Joel Green (bateria e vocal) e Matt Green na guitarra.
A partir de 1991, a banda começou a organizar o festival Metal for the Brain, atualmente um dos mais expressivos festivais de heavy metal da Austrália.
A iniciativa do festival partiu de Joel Green que empenhou-se em levantar fundos para a recuperação de uma amigo que após ser espancado em um assalto havia sofrido danos cerebrais muito graves. A banda participou da organização do festival até 1996, quando a produção do festival começou a ser feita pela Alchemist.


Em 1992 a banda lançou seu debut Stigmartyr, em EP, em que a banda apostou mais em elementos de Death metal, deixando um pouco do thrash para trás. Em 1993 a banda participou do festival Big Day Out, em Sydney, onde tocou ao lado de Carcass e Bolt Thrower .



O segundo EP da banda, Mysterium de 1994, não chegou a ser lançado.
Com um som mais voltado para o death metal, a banda chegou a lançar quatro músicas em forma de pré-lançamento, mas com a separação da banda o lançamento foi adiado.


Lucy remontou a banda em 1998, com o vocalista e guitarrista Yuri Ward e com o batesita Steven Luff, e com essa formação lançaram Angel of the Sixth Order em 1999. Nesse álbum a banda voltou um pouco para as suas raízes no thrash metal, mas ainda com um som predominantemente death. O álbum porém foi mal produzido A banda saiu em uma curta turnê, mas não conseguiu alcançar o mesmo sucesso anterior se separando logo em seguida. 

Em meados de 2007 houveram alguns boatos sobre um retorno da banda, mas acabou não sendo confirmado. 




By Youkai


myspace da banda:






segunda-feira, 25 de março de 2013

Flash Post: Lycans



Recentemente tive uma boa surpresa ao conhecer a banda paulistana de Heavy/Thrash Metal Lycans.
Formada  em 2005 a banda lançou em 2011 sua terceira demo "Creatures of The Night".

As músicas do Lycans tem uma excelente combinação entre peso e melodia, e eu não podia deixar de compartilhar uma demo tão legal com vocês aqui no Quimeras:


 

A formação atual da banda conta com Eloi (vocal), Michel (guitarra), Black (guitarra), Leandro (baixo) e Boi (bateria)


By Youkai


Confira a demo em:



quarta-feira, 20 de março de 2013

The 3rd and the Mortal

Recentemente li uma matérias sobre as principais influências musicais de Tuomas Holopainen, e dentre as bandas que ele cita como grandes influencias do Nightwish era o The 3rd and the Mortal.
Fiquei curiosa e acabei descobrindo que além de influenciar o Nightwish, essa banda também é citada como uma das influencias do Agalloch, outra banda que eu também admiro muito, isso só fez minha curiosidade por eles crescer ainda mais. A banda inspirou também bandas como The Gathering e Following Tears

Formada em 1992 na Noruega, o The 3rd and the Mortal pratica um som bem sentimental e atmosférico, calcado no Doom metal, foram uma das primeiras bandas a contrastar vocais femininos com guitarras pesadas. 

A primeira formação contava com Rune Hoemsnes (bateria), Finn Olav Holthe (guitarra e teclados), Geir Nilssen (guitarra e teclado), Trond Engum (Guitarra) e Kari Rueslåtten (vocal). e Bernt Rundebergt (baixo)

A primeira gravação foi lançada em 1993, uma demo autointitulada contendo três faixas, que foi seguida pelo Ep Sorrow, lançado em 1994, contendo quatro faixas, sendo uma em norueguês e as restantes em inglês.
Ainda no ano de 1994 lançaram o primeiro álbum, Tears Laid in Earth, que até hoje é o CD mais popular entre os fãs de Doom metal.


Nesse mesmo ano a vocalista Kari sai da banda para se dedicar a música folk e para seu lugar é chamada Ann-Mari Edvardsen, que também era tecladista. 
Os vocais de Ann-Mari eram mais líricos e experimentais que os de Kari.
A partir dessa época a banda também incorporou mais elementos de Jazz e outros sons experimentais e as guitarras foram ficando menos pesadas.


Com Ann-Mari foram gravados o Ep Nightsaw (1995), o álbum Paiting on Glass (1996), o Ep Stream (1996) e o álbum In This Room (1997).
Após a gravação de In This Room Ann-Mari deixa o grupo para se dedicar aos estudos e a banda decide seguir sem vocalista desde então.


The 3rd And The Mortal - Painting On Glass - 1996



Após um longo hiato, apenas em 2002 a banda lança um novo álbum, o mais experimental de todos lançados pela banda, Memoirs, no qual a banda conta com a participação de vocalistas convidados e pela primeira vez apresenta algumas músicas  com vocais masculinos. Nesse álbum a banda realmente ousa, incluindo elementos que vão de Jazz, música eletrônica e até Hip Hop  
(sim sim, os trabalhos antigos são muito mais legais).


Logo após Memoirs a banda lança a compilação EP's and Rarities. Contendo faixas raras dos Eps. Também é lançado um álbum ao vivo: Project Bluebook: a decade of endeavour, com faixas que foram gravadas durantes várias turnês.


a formação atual da banda conta com Finn Olav, Trond Engum, Geir Nilsen, Frank Stavem (baixo) e Rune Hoemsnes.

Mesmo um tanto afastados do metal ultimamente (apesar que a intenção da banda sempre foi experimentar sem se prender a estilos mesmo...) o The 3rd and Mortal deixou boas influências para o metal que conhecemos, e ainda torço para que a banda volte a experimentar sonoridades mais próximas ao metal..





Mais Fotos:




By Youkai

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Bug no Blog

COMUNICADO:



Nas últimas semanas tem ocorrido um bug com vários e vários blogs
hospedados na plataforma blogspot.
Simplesmente ao acessar o blog, o antivírus solta um aviso de que há uma ameça, quando na verdade não há
Nós do Quimeras, infelizmente também fomos atingidas por esse bug,
já tomamos todas as providências necessárias e estamos verificando sempre
se há mesmo algum código malicioso em nosso template e etc, e nada é encontrado.
Portanto, podem ficar seguros ao acessarem o Quimeras, mesmo que o antivírus de vocês dispare!

Atenciosamente, Harumi e Emilia.

Flash Post: Rock in Help

O Festival de Verão da cidade de Socorro (interior de São Paulo), apresenta no dia 16 de Fevereiro o Rock in Help.
As bandas confirmadas são a Muthafuckers (Led Zeppelin Tributo), Noizzy, Road n' Rash (AC DC Tributo), Holder of Souls, The Lucky Dogs Rockbilly Band e o Red Front.

Toda a renda obtida com evento será revertida ao Conservatório de Música da cidade.

Data: 16 de Fevereiro (sábado)

Local: Centro de Eventos João Orlandi Pagliusi (ao lado da rodoviária)
Preço do ingresso: 10,00 reais

Horário: a partir das 18:00 horas

Censura: entrada permitida somente para maiores de 18 anos e com apresentação de documento com foto



By Harumi

RED FRONT - Circle of Hate:
    

Temos uma matéria sobre o Red Front, leia CLICANDO AQUI

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Kamelot


O kamelot é uma banda de metal sinfônico formada no ano de 1991,
na cidade de Tampa - Flórida (EUA), pelo guitarrista Thomas Youngblood e pelo baterista Richard Warner.


O primeiro álbum da banda foi lançado em 1994 pela Noise Records, intitulado Eternity. Conseguiram boas críticas e assim saíram em uma pequena turnê.





Formação: 
Mark Vanderbil - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
David Pavlicko- teclado
Glenn Barry - baixo
Richard Warner - Bateria

Faixas:
"Eternity" – "Black Tower" – "Call of the Sea" –  "Proud Nomad" – "Red Sands" – "One of the Hunted" – "Fire Within" – "Warbird" – "What About Me" – "Etude jongleur" (instrumental) – "The Gleeman"







Logo em seguida, em 1996 a banda lança Dominion, que aliava o heavy metal melódico do primeiro álbum a elementos de música clássica e jazz. 


Formação:
Mark Vanderbil (Vocal) 
Thomas Youngblood (Guitarra, backing vocal)
David Pavlicko (teclado)
Glenn Barry ( Baixo)
Richard Warner (bateria)

Faixas: 
"Ascension (Instrumental)" (David Pavlicko, Youngblood) – "Heaven" – "Rise Again" – "One Day I'll Win" – "We Are Not Separate" – "Birth of a Hero" – "Creation (Instrumental)" (Glenn Barry, Youngblood) – "Sin" – "Song of Roland" – "Crossing Two Rivers" – "Troubled Mind" (Pavlicko, Warner, Youngblood) –



A evolução da sonoridade da banda deu a eles a oportunidade de uma turnê mais abrangente. Porém, nesse mesmo período a saída de Richard Warner e do Vocalista Mark Vanderbilt pegam a banda de surpresa.
Como substitutos entram o baterista Casey Grilo e o vocalista Roy Khan, que além de completarem a turnê se integram a banda definitivamente e participam da composição do terceiro álbum Siege Perilous (lançado em 1998).


Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
David Pavlicko- teclado
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria

Faixas: 
"Providence" – "Millennium" – "King's Eyes" – "Expedition" –"Where I Reign" – "Parting Visions---"Rhydin" _ "Once A Dream--"Parting Visions" - "Rhydin---"Once a Dream" _ "Irea" – "Siége" (Instrumental)








Com esse álbum a banda conseguiu uma turnê de um ano que foi muito bem sucedida na Europa. No ano seguinte a banda lançou com a mesma formação o seu quarto álbum de estúdio - The Fourth Legacy -


Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
David Pavlicko- teclado
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria

Faixas: 

"A Sailorman's Hymm" _ "Alexandria" _ "Desert Reign" _ "Glory" _ "Lunar Sanctum" _ "New Allegiance" _ "Nights of Arabia" _ "Silent Goddes" _ "The Fourth Legacy" _ "The Inquisitor" _ "The Shadow of Uther" _ "Until Kingdom Come "_ 



O primeiro álbum ao vivo da banda foi gravado durante a turnê de "The Fourth Legacy", na qual a banda excursionou pela Alemanha, Áustria, Suíça, Países Baixos, Bélgica, Itália, Grécia e Espanha.
The Expediction foi lançado em outubro de 2000 pela Noise Records.


Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
David Pavlicko- teclado
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria

Faixas: 

"Until Kingdom come" _ "Expediction" _ "The Shadow of Uther" _ "Millennium" _ "A Sailorman's Hynn" _ 
"The fourth Legacy"_ " Call of the Sea" _ "Desert Reign/ Nights of Arabia" _ "We three Kings" _ "One Day"_ "We are not Separate" 

O quinto álbum de estúdio Karma, foi lançado em 2001 com o qual a banda novamente excursionou pela Europa:


Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
David Pavlicko- teclado
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria

Faixas: 
"Regalis Apertura"_"Forever"_Wings of Despair"_"The Spell"_"Don't you cry"_"Karma"_"The light I Shine on You"_"Temples of Gold"_"Across the highlands"_ "Elizabeth Part I: Mirror Mirror" _ "Elizabeth Part II: Requiem for the Innocent"_ "Elizabeth Part III: Fall from grace"


Em 2003 a banda lançou Epica, com o qual além de uma longa  turnê participaram também como Headliners em diversos festivais.



Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria
Faixas: 
"Prologue" - "Center of the Universe" - "Farewell" - "Interlude I (Opiate Soul)" -"Edge of Paradise" - "Wander" - "Interlude II (Omen)" - "Descent of the Archangel" -"Interlude III (At the Banquet)" - "Feast for the Vain" - "On the Coldest Winter Night" - "Lost and Damned" - "Helena's Theme" - "Interlude IV (Dawn)" - "Mourning After" -         "III Ways to Epica" - 


Epica foi o primeiro álbum conceitual do Kamelot, que contam em cada faixa uma parte da jornada de Ariel, um jovem que em busca de conhecimento acaba encontrando a tragédia. A história é baseada na obra Fausto de Johhan Wolfgang Van Goethe. Epica recebeu ótimas críticas e seu título serviu de inspiração para a banda holandesa Epica, que no ano de lançamento do álbum tinha apenas um ano de formação e ainda se chamava Sahara Dust.


 Conquistam ainda mais sucesso com o lançamento de "The Black Halo", lançado em 2005, no qual a banda continuava a história de Epica

Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria
Faixas: 
"March of Mephisto" - "When the Lights are Down" - "The Haunting (Somewhere in Time)" - "Soul Society" - "Interlude I - Dei Gratia" - "Abandoned" - "This Pain" - "Moonlight" - "Interlude II - Un Assassinio Molto Silenzioso" - "The Black Halo" -"Nothing Ever Dies" -"Memento Mori" - "Interlude III - Midnight/Twelve Tolls for a New Day" - "Serenade" - 






Participações especiais: 
Michael Miro Rondemberg_ Teclado e arranjos
Shagrath (Dimmu Borgir) -  Como Mephisto em March of Mephisto e Memento Mori
Simone Simons (Epica) - Como Marguerite em The Hauting
Cinzia Rizzo- Cantora em Un Assassino Molto Silencioso
Mari Youngblood - Como Helena em Memento Mori e Abandoned
Sascha Paeth - guitarras

Coral:
Herbie Langhans, Amanda Somerville, Gerit Göbel, Michael Miro Rondemberg, Thomas Rettke, Elisabeth Hjaernes


"Wailing your sorrow, 
Is only my way to comfort you"
March of Mephisto



"Once I believed I could find
Just a trace of her beloved soul
Once I believed she was all
Then she smothered my beliefs" 
The Haunting



Com uma pegada sombria e envolvente, "The Black Halo" consolidou de vez o nome do Kamelot na cena metálica mundial.
A sua identidade sonora única conquistou fãs ardorosos por todo mundo, inclusive aqui no Brasil. Aliás, foi durante a turnê desse álbum que a banda passou pela primeira vez pelo nosso país. A turnê também passou pela Europa, América do Norte e Japão.
Foram gravados também dois videoclipes (March of Mephisto e The Haunting, este último com participação de Simone Simons do Epica) e o primeiro DVD ao vivo da banda, intitulado One Cold Winter's Night:

Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria
Oliver Palotai - Teclado

Participações especiais: 
Sascha Paeth - Guitarras em "Moonligt"
Simone Simons como Marguerite em "The Haunting"
Mari Youngblood como Helena em "Center of The Universe"e "Abandoned" e como Elizabeth Bathory em Elizabeth pt I, II & III
Elizabeth  Kærnes em "Nights of Arabia" e March of Mephisto"
Snowy Shaw atuando como Mephisto em "March of Mephisto"
Shagrath como Mephisto em "March of Mephisto"
Coral: Karianne Kjærnes, Marianne Follestad and Christian Kjærnes
Cinzia Rinzo em "Um morto molto silenzioso"
Nina Mosveen em "Elizabeth "

DVD
Disco Um: The concert
"Intro: Un Assassinio Molto Silenzioso","The Black Halo","Soul Society", "The Edge of Paradise","Center of the Universe" "Nights of Arabia","Abandoned","Forever","solo de Oliver Palotai","The Haunting (Somewhere in Time)","Moonlight","When the Lights Are Down","Elizabeth (parts I, II & III)","March of Mephisto","Karma"," solo de Casy Grilo", "Farewell"
Disco Dois: Extras: Journey Within: HaloVision with Khan,Up Close with Thomas Youngblood at home,Casey Grillo at drum,Up Close Interview with Casey Grillo at home,Up Close with Oliver Palotai,Interview with Simone Simons from the band Epica 

Videos:
"The Haunting","March of Mephisto", "March of Mephisto" (completo),"Serenade",Making of "The Haunting","March of Mephisto" – Live at Sweden Rock 2006
Miscellaneous:
Galeria de Fotos, Biografia dos membros e Discografia
CDs
Disco um: 
"Intro: Un Assassinio Molto Silenzioso" –"The Black Halo" – "Soul Society" – "The Edge of Paradise" –"Center of the Universe" – "Nights of Arabia" – "Abandoned" –"Forever" – "Solo de teclado" – "The Haunting (Somewhere in Time)" – "Moonlight" 
Disco Dois
"When the Lights Are Down" –"Elizabeth (parts I, II & III)" – "March of Mephisto" – "Karma" – "Solo de bateria" – "Farewell" – "Outro" 


"Lost in the present
I'm sure
This is the moment
Say no more
You found me here today
On the coldest winter night
This moment is our right"
On Coldest Winter Night




Com mais elementos sinfônicos e músicas mais dramáticas, Ghost Opera consegue superar o aclamado álbum anterior.
Rhoy Khan mostra que mais que se integrar de forma perfeita ao Kamelot, ele conseguiu se tornar " a cara da banda". 

A evolução de todos os integrantes também é notavél. Lançado em 2007, Ghost Opera consegue as melhores críticas que já  obteve até o momento. 



Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Glenn Barry - baixo
Casey Grilo - Bateria
Oliver Palotai - Teclado

faixas: 
"Solitaire" - "Rule the World" - "Ghost Opera" - "The Human Stain" - "Blucher" - "Love you To Death", 
"Up throug the Ashes"_ "Mourning Star"_ "Silence of Darkness", "Anthem"_ "Edenecho"




Em 2008 o álbum ganhou uma re-edição:
"Ghost Opera - The Second Coming"
contendo um CD extra com faixas gravadas ao vivo, algumas faixas bônus e os vídeos de Memento Mori e The Human Stain.








"Hush my dear
Let the music fill the night
And soon it's all we hear
Screaming out for my attention"
Ghost Opera


"I will always be with you
I'm the anchor of your sorrow
There's no end to what I'll do
'Cause I love you, I love you to death"
Love you to Death


"But it hurts to be alive, my friend
In this silent tide we're driftwood passing by
Don't you wish you were a child again
Just for a minute
Just for a minute more"
The Human Stain





O próximo álbum de estúdio foi Poetry From the Poisoned, lançado em 2010. Como sempre grandes composições e a evolução natural do estilo que vinham desenvolvendo desde a entrada de Roy Khan. 


Formação: 
Roy Khan - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Sean Tibbets - baixo
Casey Grilo - Bateria
Oliver Palotai - Teclado

Convidados:
Simone Simons em House on a Hill, e Poetry from the Poisoned pt II-III;
Björn "Speed" Strid(Soilwork) em The Great Pandemonium; 
Jon Oliva (Savatage, Jon Oliva's Pain e Orquestra Trans Siberiana) em The Zodiac;
Gus G (Firewind, Ozzy Osbourne) em Hunters Season
Amanda Somerville em Poetry from the Poisoned pt I- IV e The Zodiac;
Chanty Wunder em Where the Wild Roses Grow"

Faixas:
"The Great Pandemonium"_"If Tomorrow Came"_ "Dear Editor"_ "The Zodiac"_ "Hunters Season"_
"House on a Hill"_ "Necropolis"_ "My Train of Throughts"_""Seal of Woven Years"_ "Poetry from the poisoned, Pt I Incubus"_ "Poetry from the poisoned, Pt II So Long"_"Poetry from the Poisoned, Pt III All is over"_ "Poetry From the Poisoned, Pt IV: Dissection"_ "Once upon a Time"

"But it hurts to be alive, my friend
In this silent tide we're driftwood passing by
Don't you wish you were a child again
Just for a minute...
Just for a minute more"
The Great Pandemonium


Antes da gravação de Poetry From The Poisoned, Glen Barry deixou a banda por questões familiares e em seu lugar entrou Sean Tibbets

Esse também foi o álbum que marcou a saída de Roy Khan, que foi anunciada oficialmente em 20 de abril, Roy se afastou da banda por problemas de saúde e exaustão psicológica. A notícia deixou os fãs inconformados e com certeza foi a mudança de formação mais difícil que a banda teve que enfrentar até hoje.

Mesmo assim a banda fez uma turnê mundial chamada Pandemoniun Over, que passou pelo Brasil em abril de 2011. Para essa turnê a banda contou com a participação de Fabio Lione (Rhapsody of Fire) no vocal principal e de Simone Simons e Tommy Karevik (Seventh Wonder) em algumas músicas.

Ao final da turnê a banda voltou a compor para o próximo álbum e foram feitas audições para a escolha de um novo vocalista. A escolha de Tommy Karevik foi anunciada em 22 de junho de 2012, e ele fez a sua estréia ao vivo no festival Masters of Rock, na República Checa.

Em 26 de outubro de 2012 foi lançado Silverthorn, que é um álbum conceitual, no qual é contada a história e a tragédia de uma família do século XIX após a morte acidental da pequena Jolee. 

Formação: 
Tommy Karevik - vocal
Thomas Youngblood - guitarra
Sean Tibbets - baixo
Casey Grilo - Bateria
Oliver Palotai - Teclado
Convidados:
Elize Ryd (Amaranth) em Sacrimony (Angel of Afterlife), Veritas, e Falling Like the Fahrenreit
Alissa White-Gluz - Sacrimony (Angel of Afterlife)e Prodigal Son pt III
Faixas:
"Manus Dei"_ "Sacrimony (Angel of Afterlife)"_ "Ashes to Ashes"_ "Torn"_"Song for Jolee"_ "Veritas"_ "My Confession"_ "Silverthorn"_ "Falling like Fahrenreit"_ "Solitaire"_"Prodigal Son: PtI: Funeral; PtII: The Branding, pt III: The Journey"_ "Continuum"



A banda segue atualmente com a turnê de Silverthorn, mas infelizmente ainda não tem nenhuma data no Brasil. Tommy Karevik mostrou-se uma ótima escolha de substituto para Roy. Embora Roy ainda deixe muitas saudades, o importante é que a banda encontrou alguém competente para poder seguir adiante. Mostrando-se muito carismático Tommy vem conseguindo uma boa aceitação do público e mesmo com ainda muitos fãs inconformados com a saída de Roy, a banda vem conseguindo bons resultados e ótimas críticas no mundo todo.

"Sing for me angel of afterlife calming me down
Chaos inside my nebula
And make the wrong turn to right in a celestial light
Forgive my sacrimony"
Sacrimony - Angel of Afterlife





Nessa nova fase o Kamelot caprichou como sempre e mostrou que ainda tem muita criatividade e poesia que ser escrita/cantada...



Como é fácil de observar, o capricho do Kamelot não se dá apenas na parte musical. Além de todo cuidado com as composições a banda sempre prima em todos os detalhes, desde produção, capas, videoclipes e temática das letras. Em todos os trabalhos é possível perceber esse capricho artístico que  funciona como uma extensão visual da música e da poesia da banda. 
Ainda não consegui descobrir quem são os artistas que fazem as capas para a banda, mas assim que conseguir publico aqui no Quimeras.



O criador das incríveis capas 
O autor da capa de Silverthorn é Stefan Heilemann. 


By Youkai

Mais informações:






Cd Kamelot - Dominion ( Importado )












uploads/images/5bc0173cf511f58851b756c1d3556324.jpg


BAND PIC