quarta-feira, 30 de outubro de 2013

HellArise



Muitos aqui devem já devem ter ouvido falar da banda HellArise, surgida em 2009, que era composta somente por mulheres, que faziam um som entre o Death e o Thrash...

"Estamos abandonando o rótulo '100% Female Metal'" enfatiza Mirella Max, que continua "cansamos dessa imagem de "meninas que tocam metal". Sei que chama público e tudo mais, mas queremos focar na MÚSICA e numa publicidade mais fiel ao que realmente somos".

A HellArise de 2013, é mista. Na bateria Felippe Max, no baixo Kito Vallim, na guitarra Mirella Max e nos vocais Flávia Morniëtari.
Mirela e Flávia estão na banda desde sua origem, passaram por todas as fases, adquiriram experiência em palco e hoje mais do que nunca estão focadas em fazer a banda se firmar. As gravações para um EP previsto para ainda este ano começaram há pelo menos 4 meses atrás.
No ano passado lançaram o single More Mindless Violance. A composição é mais pesada, com um ótimo refrão e vem agradando o público antigo da banda e angariando novos fãs.
Esse EP tem o intuito de encerrar uma fase da banda, depois dele há planos para um disco completo.
E é para saber mais sobre o futuro da banda que preparei a entrevista abaixo:


Quimeras - Como tem sido todo o processo de gravação desse EP? Pretendem lançá-lo quando?
Mirella Max (guitarras) - Foi um processo muito divertido e proveitoso. Gravamos no Estúdio Pedrada, em São Paulo, e fizemos um pequeno "Making off" que pode ser conferido no nosso canal do Youtube.
O EP será lançado dia 31 de Outubro.

Quimeras - Atualmente vocês estão gravando um vídeo clipe, conte-nos um pouco do roteiro.
Flávia Morniëtari (vocal) - Bom, não tem historinha (risos). Além de mostrar a banda tocando, a ideia era fazer algo que fosse relacionado a violência. Então tivemos a ideia de filmas pessoas jogando paintball, correria, tiros e tal. Mas acabamos conhecendo um pessoal que joga airsoft e pelo perfil do jogo achamos que seria mais interessante, pois tem toda uma caracterização e tática militar. E as armas são muito legais.

Quimeras - Quais os assuntos têm despertado a criação das letras?
Flávia - Três palavras resumem: revolta, indignação e saco cheio! Na situação atual do país e do mundo, não tinha como sair dessa temática.

Quimeras - E sobre o full length que pretendem lançar, podem nos adiantar alguma coisa?
Mirella - Bom, no momento estamos 100% focados no lançamento do EP, mas pode ter certeza que já temos muitas ideias (algumas mais desenvolvidas, outras menos). Na verdade, a sonoridade do vindouro full length ainda é desconhecida até mesmo para nós, pois só agora acertamos a formação e certamente os membros mais novos trarão elementos diferentes para as músicas. Só posso adiantar que será pesado. (risos).

Quimeras - A banda existe desde 2009 e passou por muitas mudanças. Hoje como vocês definem a Hellarise?
Flávia - Uma banda que gosta de fazer barulho... Muito barulho!
Mirella - Pra mim, a HellArise hoje pode ser definida como uma banda muito unida, que se diverte pra caralho e gosta demais de fazer música.Conseguimos resgatar a essência do que é ter uma banda, que é basicamente fazer música e se divertir. Claro que nunca deixando a busca pela qualidade de lado... Ah, e eu falei do barulho?!


Quimeras - Podemos esperar por muitos shows em 2014?
Flávia - Sim, com certeza! Depois do lançamento do EP queremos fazer o maior número de shows possível pra divulgar o material novo! Inclusive, caso alguém tenha interesse em levar a HellArise para tocar, só entrar em contato pelo e-mail: booking@hellarise.com    

Quimeras - Agradeço muito a entrevista e deixo aqui espaço aberto para vocês:
Mirella - Agradeço pelo espaço cedido, e agradeço também aos fãs que têm nos apoiado e acompanhado nesses últimos anos. E não se esqueçam: dia 31 de Outubro tem material novo, hein!
Flávia - Vocês podem acompanhar a banda através das nossas redes sociais que estão todas linkadas em nosso site: www.hellarise.com
Lembrando que logo tem coisa nova no ar e que vocês podem baixar o nosso single de forma gratuita pela página da banda no Facebook.




O EP sairá sob o título "Functional Disorder" agora dia 31 de Outubro,
a arte da capa está maravilhosa e foi desenvolvida pela artista Vivian Mota da Rabiscorama.
Estamos todos em contagem regressiva e espero ver a banda se apresentando
aqui no Sul de Minas em breve!



More Mindless Violence:

   By Harumi

Nenhum comentário:

Postar um comentário